Lição #2

O que ele perde se ele não comprar agora de você?

Leia a lição #1

Caro leitor(a),

Vamos continuar nossa conversa.

Na lição anterior eu falei com você sobre como criar uma mensagem mental no seu cliente para que ele perceba muito mais do que produto ou serviço.

Para que ele realmente enxergue você como especialista em oferecer a melhor experiência para o animal.

E isso não tem nada a ver apenas com o puro tecnicismo.

Afinal, você pode ter sido o melhor veterinário da faculdade, por exemplo, mas se não souber mostrar para os seus clientes os benefícios que o seu negócio vai proporcionar ao pet…

… os anos de faculdade não serão o bastante para efetivar uma venda.

E isso vale também para a sua equipe.

Mas voltando a lição de hoje. Sobre responder a seguinte pergunta:

O que ele perde se ele não comprar agora?

Durante um processo de venda é muito, mas muito comum a pessoa afirmar que vai pensar, vai deixar para depois.

E isso, claro, acontece também no negócio pet.

Por exemplo…

Você fez uma ação para atrair mais pessoas de forma pontual e definiu a semana em que certos produtos, da marca x, estão com uma boa porcentagem de desconto.

É ofertada a ação ao cliente, mas ele se negou a aceitar. É nesse momento que você e sua equipe devem estar preparados para responder à pergunta: o que ele perde se ele não comprar agora?

Vamos lá…

As pessoas não gostam que vendam diretamente para elas. Elas gostam de comprar, mas não que empurrem a venda para elas.

Por isso, o melhor a fazer é revelar de forma amigável, cautelosa e até mesmo didática o que o cliente poderá perder caso não faça a compra naquele momento em que há os descontos.

Não fale apenas do quanto ele vai economizar, mas também do quanto ele vai ganhar em adquirir algo que irá trazer benefícios a mais para o pet.

Pets já são considerados membros da família e se despertamos esse desejo de dar ainda mais qualidade de vida e mimos para eles há grandes chances de haver a mudança na resposta do cliente.

Aproveite e crie o senso de urgência.

Lembrando que o senso de urgência não é somente para quando você realizar algum tipo de ação promocional.

Ele serve para todas as ocasiões em quem o cliente tem comportamentos como: ‘vou levar depois’, ‘vou pensar’, ‘será que vai ajudar mesmo meu pet?’, ‘meu pet não precisa disso agora’, ‘faço isso depois’.

O fato é que ao gerar o senso de urgência e a percepção de que haverá uma grande perca de não adquirir aquilo que está sendo ofertado, o cliente pensa duas vezes antes de dizer não ao seu produto ou serviço.

Isso facilita no processo de venda e de negociação.

Agora vamos para a Lição #3 – Clique Aqui

Grande abraço!

Prof. Gioso
Clínica Empreendedora